Significado de recessão

Recessão é um termo que se refere ao ato de recuar, retroceder ou voltar atrás. É o contrário de avançar ou progredir.

É muito empregado na área da economia, ao ser usado na ideia de recessão econômica, que é quando a economia diminui e gera problemas como o desemprego.

Neste artigo você vai conhecer tudo sobre esse termo e também sobre o que é recessão econômica. Confira abaixo:

O que é recessão?

De acordo com a maioria dos dicionários, o significado de recessão é a ação ou ato de afastar-se, retroceder, recuar.

Preocupação com números caindo
Recessão é o contrário de avançar ou progredir (Foto: depositphotos)

É um termo muito associado com as palavras crise, depressão, paralisação, involução, estagnação e paralisação. Trata-se do ato ou efeito de voltar atrás, de não progredir.

Por exemplo, quando uma criança para de estudar ela entra em recessão de aprendizado. Isso significa que ela não avança intelectualmente e corre risco de perder suas habilidades pela falta de estímulo escolar.

Outro exemplo se refere à saúde. Quando um paciente está em tratamento de alguma doença e, infelizmente, o tratamento para de funcionar, quer dizer que o quadro de saúde está recessivo (em recessão).

Ao invés de progredir e melhorar a vida do paciente, o tratamento já não serve e o quadro do paciente piora.

O uso deste termo é mais comum quando o assunto é economia, uma vez que a recessão econômica é um problema que a maioria dos países enfrenta ou já enfrentou. Abaixo, você confere tudo sobre recessão econômica.

O que é recessão econômica?

Chama-se recessão econômica o período de declínio do crescimento e desenvolvimento econômico de uma determinada região ou país.

É um problema que tem como resultado a diminuição da produção e do trabalho. Além dos salários e benefícios das empresas e da população.

Do ponto de vista dos economistas e empresários, a recessão econômica tem como características a restrição de importações, menor produção, diminuição do Produto Interno Bruto (PIB) e a capacidade ociosa da população.

Para a população, em especial o consumidor, significa menor poder de compra, restrição de crédito, aumento dos juros e inflação, desestímulo de consumo e insatisfação financeira.

Para os trabalhadores, o cenário é ainda pior: menores salários, menos direitos e aumento do desemprego.

Apesar de ruim, a recessão é vista como uma parte comum do ciclo econômico.

Os países geralmente sempre se preparam para lançar pacotes e projetos de retenção e controle da recessão. Por isso, grande parte dos países consegue sair das recessões.

Quando começa uma recessão?

De acordo com os aspectos técnicos, uma recessão só é oficializada após dois trimestres consecutivos de queda no PIB.

Para quem não sabe, o PIB é o produto interno bruto de um país ou região. É o valor e como está a venda dos produtos produzidos neste local. Também se observa o consumo da população na análise do PIB.

Por isso, quando se fala sobre crescimento do PIB, isso significa que os produtos produzidos naquela região estão saindo e vendendo bem.

Consequentemente, aquece a economia, gera empregos e aumenta o poder de compra e consumo da população.

Por outro lado, quando se fala sobre a queda do PIB, isso quer dizer que o que está sendo produzido não está vendendo e não há lucro, esfriando a economia.

Sendo assim, essa queda provoca as questões que podem resultar em recessão econômica.

Contudo, se o PIB não cair, apenas diminuir o crescimento, chama-se estagnação econômica, e não recessão.

Também há o termo depressão econômica, que é a versão muito mais grave e severa da recessão.

O que acontece quando um país entra em recessão?

Quando um país, cidade ou região entra em recessão, isso quer dizer que este local parou de avançar economicamente.

Trata-se de um problema grave de administração, pois acarreta em prejuízos financeiros, sociais e de desenvolvimento humano.

A recessão traz consigo a queda da produtividade industrial (diminuição do PIB), diminuição do comércio e do poder de compra, desemprego e a inadimplência.

Nos casos mais graves, a recessão pode trazer problemas como fome, criminalidade e problemas de saúde mental na população, como depressão e ansiedade.

As recessões que atingem todo um país são chamadas de depressão econômica. É uma crise que afeta a sociedade em vários aspectos da vida. E os resultados são estes que foram citados nos parágrafos acima.

Recessão de gastos: a forma planejada desse fenômeno

Por outro lado, há também a recessão de gastos, que é uma forma planejada de recessão.

Nesse caso, pode ocorrer até mesmo em empresas e pequenos negócios. Consiste na diminuição da produção e investimentos.

A recessão de gastos é uma estratégia de administração financeira que tem como objetivo conter o volume de despesas.

É comum em casos de grande endividamento e crises. Assim, a saída escolhida é diminuir o avanço da empresa, cidade ou país a fim de quitar as despesas e se salvar da falência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *