Significado de CMYK

Você sabe qual o significado de CMYK? Caso a sua resposta seja negativa, saiba que a partir da leitura desse artigo todas as suas dúvidas e questionamentos a respeito do tema serão esclarecidas.

De antemão, essa é uma sigla bastante presente na indústria gráfica. Ela está ligada a abreviação de cores que são usadas no processo de impressão. São elas Cyan (Ciano), Magenta (Magenta), Yellow (Amarelo) e blacK (Preto).

Pela proximidade no significado, a sigla CMYK é confundida com outra, a RGB. Mesmo com utilização ligada a formulação de imagens, essas duas siglas se diferem na sua aplicação, sobretudo na maneira com que as cores reagem.

O que é CMYK

A sigla CMYK é um sistema de cores formado pelo Ciano (Cyan), pelo Magenta (Magenta), pelo Amarelo (Yellow) e pelo Preto (Black). A exploração do sistema vem a partir da indústria gráfica.

Paleta de cores
A exploração desse sistema de cores vem a partir da indústria gráfica (Foto: depositphotos)

O sistema CMYK é utilizado por impressoras e fotocopiadoras para reproduzir a maioria das cores do espectro visível. Esse processo é conhecido como quadricromia ou sistema subtrativo de cores. Ele se contrapõe ao sistema aditivo, o RGB.

O CMYK pode reproduzir todas as principais gamas de cores existentes.

Cores

O sistema CMYK é formado por quatro cores: Ciano (Cyan), Magenta (Magenta), Amarelo (Yellow) e Preto (Black). Você já deve ter ouvido falar em muitas dessas cores, porém, no sistema, elas possuem uma ação específica.

Ciano

O cião, ciano ou verde água é uma cor subtrativa (pigmento) primária e cor aditiva (luz) secundária. No sistema CMYK, ele representa a cor oposta ao vermelho. Ele atua como um filtro que absorve a dita cor.

Também chamado de verde-água ou azul-piscina. Encontra-se na faixa dos 485 nm do espectro visível. Também é chamada de cor água (acqua). Da complementaridade do vermelho obtém-se também a cor subtrativa (pigmento) primária ciano (Cyan), usada na quadricromia.

Magenta

O magenta é uma cor-pigmento primária e cor-luz secundária. Ela resulta da mistura das luzes azul e vermelha. Sua cor complementar é o verde. Ao contrário das demais cores, esta cor não está em uma única faixa de ondas no espectro.

A cor é chamada também de fúchsia ou fúcsia. No sistema de cores CMYK, ela se opõe ao verde e o amarelo é a oposta ao azul. Assim, magenta mais amarelo produzirá vermelho, magenta mais ciano produzirá azul e ciano mais amarelo produzirá verde.

Amarelo

O amarelo é uma cor-pigmento primária e cor-luz secundária, resultado da sobreposição das cores verde e vermelho. É a cor entre verde e laranja no espectro da luz visível. É uma cor primária em sistemas de cores subtractivas, usado na pintura ou impressão em cores.

No sistema de cores CMYK, ela se mistura a outras tonalidades para produzir outras combinações de cores.

Preto

No processo, o preto possui importância fundamental, já que é a partir dela que as imagens ganham pigmentação e as cores são definidas. Na sigla, o preto é identificado como “key”, do Inglês significa “chave”, pois é a base.

Quando sobreposta a outras cores, o preto induz a coloração escura. Isso acontece porque a cor que as pessoas enxergam é um reflexo da luz que incide sobre o pigmento. Quando sobreposto, o pigmento induz a pouca reflexão da luz.

Tabela de cores CMYK

A tabela CMYK é constituída através da mistura de cada uma das cores: ciano, magenta, amarelo e preto. São diversas variações de cores de todas as tonalidades. Você também pode utilizar a tabela CMYK como referência para trabalhos.

Tabela CMYK
O sistema CMYK é utilizado por impressoras e fotocopiadoras (Foto: depositphotos)

O que é sistema RGB e CMYK?

O RGB e CMYK são siglas ligadas a representação e formulação de cores em diferentes meios.

O RGB aparece nos objetos que emitem luz como, por exemplo, os monitores de computador, os aparelhos de televisão, as câmeras digitais, entre outros.

Já o CMYK é um sistema de cores usado na indústria gráfica. Apesar de parecidos, esses dois sistemas de cores possuem muitos detalhes que fazem com que sejam únicos. Confira mais sobre o RGB e a diferença com o CMYK.

O que é o RGB?

O RGB, ou Red, Green e Blue, é a sigla usada para abreviar o sistema de cores aditivas do inglês. Já em português, a tradução para essa sigla é Vermelho, Verde e Azul. Bem mais fácil do que muita gente imagina. Porém, qual a relação dessas cores?

Esse sistema de cores também é conhecido por cor-luz. Na grande maioria dos casos, o RGB é usado nos objetos que emitem luz como, por exemplo, os monitores de computador, os aparelhos de televisão, as câmeras digitais, entre outros.

Nos dispositivos eletrônicos citados acima, quando combinadas, essas três cores são capazes de reproduzir todas as demais cores. Trocando em miúdos, funciona como as cores primárias, que todo mundo ver nos primeiros anos, na escola.

O RGB também aparece em uma série de outros dispositivos com as mais diferentes formas de uso, desde facilitar a utilização dos mesmos, até melhorar a qualidade de outros instrumentos tecnológicos, por exemplo.

Qual a diferença entre os sistemas de cores RGB e CMYK?

Entre o RGB e o CMYK existe muita confusão por os dois sistemas estarem vinculados a cores. Porém, eles são mais diferentes do que as pessoas possam imaginar. Para acabar com essa confusão, de uma vez por todas, conheça mais sobre eles:

O RGB, como já foi amplamente discutido no artigo é o sistema de cores usado nos objetos que emitem luz. Esse sistema é formado por três cores bases: Red, Green e Blue em inglês, ou Vermelho, Verde e Azul em português.

Já o padrão CMYK, o processo está vinculado ao emprego de cores no processo de impressão de materiais. A sigla em inglês se relaciona com as cores Cyan, Magenta, Yellow e Black. Já em português, Ciano, Magenta, Amarelo e Preto.

Dependendo da forma com que esse padrão de cores seja usado, ele pode variar um pouco. Como exemplo, em softwares como o Photoshop e o CorelDraw, as cores são vistas de uma forma, que se dá totalmente diferente quando é impressa.

Isso acontece porque, o padrão CMYK representado na tela do computador, ou nos softwares de imagens, é baseado na mistura de cores no computador. No modelo CMYK o resultado da mistura de tintas acontece sobre o papel.

Qual é melhor para impressão CMYK ou RGB?

Como os dois sistemas falam de cores, é comum que as pessoas se questionem a respeito sobre o melhor para reproduzir trabalhos impressos. Pois saiba que entre o CMYK e RGB, o melhor para essa necessidade é o CMYK.

Isso acontece justamente pelo fato do sistema ser baseado em pigmentos. Dessa forma, ele pode ser usado no momento da impressão em papel, tecidos e outros materiais.

Na hora de criar e finalizar a arte que vai ser impressa, o ideal é que ela esteja em CMYK, isso evita que haja variações de cores no material final. É bom destacar que o espectro de cores CMYK é menor que o RGB.

Essa é a explicação para que algumas cores que possam ser visualizadas no monitor do computador, por exemplo, não consigam ser reproduzidas nas impressões em papel.

Pantone

Quando a questão é cor, a Pantone é tida como referência. Ela é uma empresa americana sediada em New Jersey. Seu sistema de cores é amplamente conhecido, sendo utilizado por diversos segmentos da indústria gráfica, têxtil, tintas e plástico.

As cores produzidas por ela, são cores exatas. A título de informação, elas não estão presentes naquelas quatro do CMYK, elas devem ser usadas a parte, e são escolhidas através de uma numeração em seu catálogo.

A Pantone é uma grande influenciadora no mercado. Ela lança tendências e dita a moda quando o assunto é cor. Por acaso você já deve ter ouvido falar na cor do ano, certo? Pois ela é estudada e lançada pela empresa, ano a ano, desde o ano 2000.

O sistema CMYK

Depois de ler todo o conteúdo trabalho nesse artigo, certamente você está bem mais confiante e informado para trabalhar com o sistema CMYK. Isso vai garantir também a qualidade dos seus trabalhos e fidelização de cores nas impressões.

É importante que fique claro que o sistema CMYK é formado pelo Ciano (Cyan), Magenta (Magenta), Amarelo (Yellow) e Preto (Black). E, através dele, é possível reproduzir todas as principais gamas de cores existentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *